phubbing

Mais uma palavra em inglês para entrar no nosso dia a dia: phubbing

Phubbing: este é um neologismo usado para se referir ao ato de dividir a atenção com o smartphone enquanto alguém está falando com você. Não é nada surpreendente o quanto isso pode mexer com nossas relações interpessoais.


Os smartphones tornaram a multitarefa mais fácil e muitas vezes compulsiva. Você senta para tomar um café com um amigo e sem perceber, no meio da conversa, você dá uma olhada no seu smartphone após um sinal que há alguma nova te esperando.

Phubbing é um termo que une as palavras phone e snubbing do inglês, e essa última significa “esnobando”. Dividir a atenção com o celular enquanto seu amigo lhe conta uma história em um encontro presencial, para muitos, é uma falta de gentileza. Um estudo recém-publicado na revista Behaviour & Information Technology por pesquisadores da Universidade da Georgia, nos EUA, mostram que certas características de personalidade e transtornos psíquicos fazem com que esse hábito seja mais comum.  

As pessoas com transtornos de ansiedade e depressão têm maior tendência a apresentar tal comportamento assim como aquelas com personalidades com forte componente de neuroticismo. É claro que essas mesmas pessoas são mais viciadas no uso de smartphones. Por outro lado, o phubbing é menor entre pessoas com traços de personalidade cooperativa e agradável, que mostram interesse pelo que o outro fala. Essas pessoas julgam o phubbing uma atitude rude, pouco educada e, ironicamente, mesmo assim o fazem. Independente da personalidade, o phubbing é mais frequente quando a conversa se dá com mais de duas pessoas.

Guardar o smartphone numa conversa face a face pode indicar uma manifestação de respeito pelo outro. Mas será que o phubbing veio para ficar? Breves interrupções já foram incorporadas como comportamento normal numa conversa? O tempo dirá.       

Confira o áudio da coluna Cuca Legal, uma parceria do ICB com a Rádio CBN Brasília: