Bebês aprendem melhor quando estão em duplas

Bebês ficam mais atentos e interagem mais quando têm um companheirinho ao lado. Isso acaba fazendo com que eles aprendam melhor.


Bebês de nove meses assimilam melhor conteúdos para aprimorar a linguagem passados por vídeo quando estão acompanhados por outro bebê. Essa foi a conclusão de um estudo publicado recentemente no respeitado periódico PNAS por pesquisadores das Universidades de Connecticut e Washington nos Estados Unidos.

Aprender de forma colaborativa faz com que os bebês fiquem mais alertas e essa é uma das explicações para os resultados. O curioso é que esse efeito positivo da parceria foi mais robusto quando os bebês não se conheciam previamente. É a novidade promovendo o aprendizado por aumentar a motivação. O vídeo no presente estudo era passado em uma tela sensível ao toque que permitia interação dos bebês. Além disso, a resposta neural dos bebês que foram estudados em pares, medida pelo comportamento e por potenciais elétricos do cérebro, indicou um padrão de maior maturidade no processamento dos sons.

Vários estudos demonstram a superioridade do aprendizado de linguagem por meio pessoas de carne e osso quando comparados às mídias. Entretanto, a atual pesquisa sugere que a falta de interatividade com um parceiro no momento do aprendizado pode fazer mais diferença do que os pixels das mídias. Essa interatividade pode ser chamada de estimulação social ou excitação social, tradução livre de social arousal.

 

 

Confira o áudio da coluna Cuca Legal, uma parceria do ICB com a Rádio CBN Brasília: